Alexandre Pais

TagOutra vez segunda-feira

A propósito de Raúl de Tomás que já cá não está

A

Em Espanha, o Espanhol de Barcelona – sétimo na tabela dos clubes históricos do país vizinho – garantiu o regresso a La Liga, com o ex-benfiquista Raúl de Tomás como máximo artilheiro do campeonato: 22 golos, a três jornadas do fim. Um “matador” um bocadinho mais eficaz que a oitava maravilha que o rendeu na Luz e que os encarnados esperam vender por 150 milhões… mas só para o ano. Sim, porque o...

João Félix fará de mim ‘colchonero’ por um mês

J

Havia três jogos que não marcava, uma calamidade, estava zangado com o Mundo, no balneário não falava com ninguém, deixara de ser um exemplo para os colegas, queria sair de Turim e talvez até reduzisse o salário… De tudo se leu e ouviu, não sobre a paupérrima produção de jogo da Juventus que vulgariza qualquer futebolista, mas sobre um iminente agonizar de carreira de Cristiano Ronaldo. Só...

uma dupla de Andreas dá cabo da Juventus

u

Mais uma frouxa exibição e novo tropeção da Juventus, que tem o apuramento para a Champions em risco, mais um jogo sem marcar de Cristiano Ronaldo, que só não vê a liderança de melhor marcador da Serie A em perigo porque Lukaku também atravessa um período de seca. Adensa-se, assim, o mistério quanto ao dia seguinte da carreira de Cristiano. Caída a eventualidade do retorno ao Real Madrid, o...

Só falta à Seleção ter uma equipa

S

A propósito da fantástica campanha dos sub-21, escrevi aqui há uma semana que a seleção A dispõe do melhor plantel do Mundo. Haverá outros igualmente valiosos, mas superiores ao nosso, duvido. Não contando com os 25 jogadores inicialmente convocados por Fernando Santos para os três confrontos de março, nem com Trincão, Rafael Leão e Pedro Gonçalves ou outro craque do grupo liderado por Rui Jorge...

Rúben Amorim construiu uma fortaleza

R

Dez golos em 20 jogos, eis o maior trunfo do Sporting – o FC Porto, por exemplo, já sofreu 21 em 19 partidas. A segurança de Adán, de que tanto desconfiámos, a procura da melhor forma de sempre, entre nós, de Coates, a confirmação do acerto da contratação de Feddal, de que o Bétis parecia querer livrar-se, a reabilitação de Luís Neto, que congelara em São Petersburgo, e a cereja no topo do bolo...

Pior do que ser incompetente é ser burro

P

Alguém escreveu no Twitter que ligamos pouco à corrupção e ao nepotismo, não nos afligimos com a demagogia e com a propaganda, contemporizamos com a incompetência, vivemos bem com as aldrabices e temos tendência a desculpar malfeitorias. Mas os brandos costumes alteram-se e o país entra em transe quando se começa a discutir a ação dos árbitros e os disparates que fazem – e que parecem mais...

A missão quase impossível de Jorge Jesus

A

Desde os anos 50 que o Benfica não tinha, no campeonato, tanta desvantagem em relação ao Sporting. E há duas décadas que não terminava a primeira volta fora dos três lugares cimeiros. Ou seja, o Livro dos Recordes de Jorge Jesus passou a registar máximos negativos. Como gosto do treinador, sofro com ele por isso. Como acho que a bazófia foi demasiada – arrasar, jogar o triplo e etc e tal – tenho...

O adeus de Ferreyra e o caso de Messi

O

O Benfica cometeu o erro de contratar Facundo Ferreyra. Foi mais um, acontece a todos, é o preço do risco que corre quem gere um negócio. Mas feito o mal, há que procurar a melhor forma de o minimizar, reduzindo o prejuízo. Isso sucedeu agora: o argentino fez-se à vida e rescindiu o compromisso, poupando assim a SAD cerca de 5,5 milhões de euros. Faltou essa boa prática a Bartomeu e à sua gente...

A triste moda da cambada ululante

A

Antonio Conte parecia doido. O jogo em Udine aproximava-se do fim e o Inter não conseguia marcar, pelo que o treinador pulava e berrava, acabando por se exceder. Foi expulso e saiu a gritar: “És sempre tu, Maresca, sempre tu, até no VAR!” O futebol é um palco de emoções e como tal não pode ter sangue de batráquio nos bancos. Não, a calma olímpica de Nuno Espírito Santo ou de Ancelotti é que não é...

Sporting com a oportunidade de perder e continuar a trabalhar

S

Três futebolistas que o Sporting não quis, armaram na antiga casa o lance que deu o golo do empate do Rio Ave, um resultado que impediu os leões de ver aumentar para seis pontos a sua vantagem no campeonato. Ainda aturdidos pelo afastamento da Taça de Portugal, os adeptos sportinguistas começam agora a descer das nuvens e a enfrentar a crua realidade. E esta diz-lhes que no seu plantel haverá...

Alexandre Pais

Arquivo

Twitter

Etiquetas