Alexandre Pais

TagSIC

Quatro cromos no ‘Casados’ que evitavam muita despesa

Q

A SIC não foi capaz de aproveitar todo o potencial da terceira edição de ‘Casados à primeira vista’, que se arrasta como um moribundo à espera do fim. Começou-se por destruir o conceito, modificando a sequência lógica do programa. As ‘cerimónias de compromisso’ deixaram de ser uma espécie de galas das noites de domingo e passaram a ser repartidas por vários dias, em episódios com repetições...

Casados sem sal nem pimenta

C

Depois da estreia de ‘Casados à primeira vista’, mandaria a prudência suspender a transmissão de edições estrangeiras do programa, na SIC Mulher. É que a comparação com a versão italiana em exibição é dolorosa para a nova temporada portuguesa. Não é de agora a modéstia deste tipo de produções nacionais. O país é pequeno e os concorrentes dispostos a dar barraca na televisão devem contar-se pelos...

José Eduardo Moniz é um homem de sorte

J

Calcula-se que a TVI tenha revolvido céu e terra na tentativa de repetir, no ‘Big Brother’ dito de ‘famosos’ – ainda que de fama zero – o impacto provocado na anterior edição por Bruno de Carvalho. Tratava-se, obviamente, de uma missão impossível e o lote de participantes acabou por formar-se com figuras de segunda linha nas respetivas atividades – algumas, convenhamos, mais de terceira ou até no...

Imaginação zero na SIC e na TVI

I

A televisão ‘em circuito fechado’ é uma moda insuportável. Na noite de domingo, por exemplo, a TVI apresentou uma nova comentadora do ‘Big Brother’, a somar aos 157 que lá tem: a ex-concorrente Marta Gil. Ficou no lugar da Pipoca, assim uma espécie de beira da estrada na vez de estrada da Beira – no que ao sal e pimenta na palavra diz respeito. E nem 48 horas tinham passado já a novel...

Avaliação temerária deu em maioria absoluta

A

A CMTV fechou mais um mês – o 61.º consecutivo! – como líder do cabo e ‘O preço certo’ voltou a liderar o ‘top’ de audiências. Ou seja, na segunda-feira regressou a normalidade após dez dias de delírio. Confesso que me diverti com a ‘ginástica’ das sondagens, que de dez pontos percentuais de avanço ao PS passou a abeirar o PSD dos socialistas. Não porque fossem esses os resultados lógicos, mas...

TVI: 11 milhões de euros de prejuízo

T

O valor, arredondado e referente a 2020, é idêntico para as duas estações: 11 milhões de euros. Mas enquanto a SIC apresenta esse número como lucro, a TVI vê-o na coluna dos prejuízos – pequena diferença. É o que na verdade está em causa quando falamos de audiências, de projetos pensados e vitoriosos ou de aventuras com derrotas anunciadas: o dinheiro. Porque as marcas associam-se a quem ganha e...

Goucha, ficção e realidade

G

Avisei: o casal mais velho, composto por Ide e Jorge, bastaria para dar a vitória nas audiências a ‘O amor acontece’. Ao deitá-lo borda fora sem o substituir por um par igualmente cromático, a TVI afundou o ‘date show’. No serão de domingo, já perdeu para o ‘Agricultor’ da SIC, e nos diários é seu o terceiro lugar. Mais um ‘flop’. Quem aproveitou a oferta foi ‘Goucha’, que venceu ‘Júlia’ com a...

Mãozinhas marotas antes que o amor aconteça

M

Com a estreia de ‘O amor acontece’, no serão de domingo, a TVI conseguiu bater ‘Quem quer namorar com o agricultor?’, que a SIC arrasta de maneira a que dure e dure, ainda que pouco aconteça para lá do tédio. É o canal de Queluz a fazer pela vida, tentando recuperar a credibilidade perdida e compensar fracassos igualmente prolongados na esperança de que o telespectador seja burro. Talvez amanhã...

Coitada da Ana!

C

Se olharmos para a realização, esta é talvez a melhor das quatro séries de “Quem quer namorar com o agricultor?”. Já quanto à substância, estamos perante mais uma lástima, que a empatia de Andreia Rodrigues não basta para atenuar. A SIC precisa do programa, que bate nas audiências as debilidades da concorrência, pelo que a ordem é fazer e a produção que se amanhe. E há que tirar o chapéu a quem...

Um agricultor sem calos nas mãos

U

Amanhã estreia-se a quarta série de “Quem quer namorar com o agricultor?”, que permitirá à SIC confirmar, através dos diários do programa, que tudo pode liderar o acesso ao horário nobre menos essa mão cheia de coisa nenhuma da TVI que é o “Cristina ComVida”. Desde que vi uma temporada da versão australiana que fiquei fã do “Agricultor”, embora me tenha desiludido depois com a modéstia da versão...

Alexandre Pais

Arquivo

Twitter

Etiquetas