Alexandre Pais

TagAntena paranoica

Houve um Otelo e houve o outro

H

Alguém por estes dias escreveu no Twitter que, antes de Otelo, “Portugal era dor, lágrimas e sacrifício”. Era. E duvido muito que com um operacional mais dado a farroncas no seu lugar tivesse havido ‘25 de abril’. Estou grato a Otelo por isso e perdoo-lhe até a audácia de me ter citado nos manuscritos de preparação da revolução – que fui agora reler em ‘Alvorada em abril’ – e que me teriam...

Goucha, ficção e realidade

G

Avisei: o casal mais velho, composto por Ide e Jorge, bastaria para dar a vitória nas audiências a ‘O amor acontece’. Ao deitá-lo borda fora sem o substituir por um par igualmente cromático, a TVI afundou o ‘date show’. No serão de domingo, já perdeu para o ‘Agricultor’ da SIC, e nos diários é seu o terceiro lugar. Mais um ‘flop’. Quem aproveitou a oferta foi ‘Goucha’, que venceu ‘Júlia’ com a...

Viva a Lenka!

V

Os tróis das redes sociais passaram dias a ‘debater’ a decência ou a falta dela de um vestido ‘atrevido’ usado por Lenka da Silva no “Preço certo”. É estúpido que 18 anos após a sua estreia no concurso da RTP, e de se ter afirmado por um estilo arrojado, a assistente se veja envolvida numa polémica forjada por uma imbecil sem credibilidade para atacar os outros. Verdade se diga que a checa...

Mãozinhas marotas antes que o amor aconteça

M

Com a estreia de ‘O amor acontece’, no serão de domingo, a TVI conseguiu bater ‘Quem quer namorar com o agricultor?’, que a SIC arrasta de maneira a que dure e dure, ainda que pouco aconteça para lá do tédio. É o canal de Queluz a fazer pela vida, tentando recuperar a credibilidade perdida e compensar fracassos igualmente prolongados na esperança de que o telespectador seja burro. Talvez amanhã...

Velocidade furiosa

V

Parece um filme cuja ação decorre no Terceiro Mundo. A viatura oficial de Eduardo Cabrita atropela um trabalhador que limpava a via. Substituindo-se ao inquérito da GNR, que tutela, o MAI divulga um comunicado – com narrativa do próprio ministro, só pode – atribuindo a culpa à vítima e à falta de sinalização. No funeral, o Governo não se faz representar e a família do sinistrado é cruelmente...

Nem um crocodilo apareceu no funeral!

N

Óbvios seguidores do que está a dar e conhecendo a popularidade desse desporto nacional emergente que é o tiro ao Cabrita, os canais de TV agarraram como puderam a derradeira saga do disparate continuado, que tinha ainda por cima a chancela da tragédia: o atropelamento mortal provocado pela viatura oficial do ministro. O problema é que a televisão vive da imagem e para ilustrar a notícia havia...

AS frases perigosas de Cristina Ferreira

A

Mais do que os insucessos que vem acumulando, que resultam em grande parte da sua falta de perfil para o cargo de diretora de entretenimento, o que mais espanta em Cristina Ferreira é o seu discurso errante, tanto nas entrevistas como nos remoques aos “haters” das redes sociais – sempre eufóricos com a atenção que a nata dedica ao esgoto. Frases como “perder para mim tem zero importância” ou “se...

Coitada da Ana!

C

Se olharmos para a realização, esta é talvez a melhor das quatro séries de “Quem quer namorar com o agricultor?”. Já quanto à substância, estamos perante mais uma lástima, que a empatia de Andreia Rodrigues não basta para atenuar. A SIC precisa do programa, que bate nas audiências as debilidades da concorrência, pelo que a ordem é fazer e a produção que se amanhe. E há que tirar o chapéu a quem...

Um herói de farda

U

Mariana teve sorte. Um raro momento de conjugação de astros – uma enfermeira, um bombeiro e um militar – salvou-lhe a vida, poucos minutos depois de ter capotado o carro conduzido pelo namorado. Presa no habitáculo e de cabeça para baixo, a jovem estava na iminência de sufocar quando foi salva numa ação concertada dos três profissionais, que seguiam na mesma estrada como anjos incumbidos da...

Um agricultor sem calos nas mãos

U

Amanhã estreia-se a quarta série de “Quem quer namorar com o agricultor?”, que permitirá à SIC confirmar, através dos diários do programa, que tudo pode liderar o acesso ao horário nobre menos essa mão cheia de coisa nenhuma da TVI que é o “Cristina ComVida”. Desde que vi uma temporada da versão australiana que fiquei fã do “Agricultor”, embora me tenha desiludido depois com a modéstia da versão...

Alexandre Pais

Arquivo

Twitter

Etiquetas