Alexandre Pais

TagTVI

Cristina Ferreira atrás das câmaras para quê?

C

O entretenimento da TVI continua a viver de fogachos: mal se afunda um programa, logo se lança outro com o espalhafato necessário para disfarçar o fracasso anterior. E conforme o tempo passa, “Cristina ComVida” bate mínimos de audiência, perde por centenas de milhares de espectadores para as novelas da SIC e para “O preço certo” da RTP, e regista “shares” de vários pontos abaixo daqueles que a...

Um gesto genuíno de Cláudio Ramos

U

Na quinta-feira, no “Dois às 10”, da TVI, Cláudio Ramos não resistiu às dificuldades de Tiago, um jovem diferente – e que admitia desistir da luta contra uma doença rara – e decidiu ajudá-lo a cumprir as exigências necessárias para o lançamento de um romance, “Joana”, patrocinando, do seu bolso, uma edição de autor. Se não salvou uma vida, o comunicador deu-lhe um alento extraordinário. Não falta...

A SIC adormece

A

Em televisão é tão perigoso decidir por impulso ou ao sabor dos amiguismos como fazer bem e depois adormecer à sombra da bananeira. Não será o que se passa com a SIC, mas parece. A TVI lançou no início da semana o “Esta manhã”, um conceito que mistura informação com entretenimento, interpretado por figuras de segunda da estação e que nada tem de novidade, nem sequer é bem feito – aquele foguetão...

Torre bela e negra

T

Era para lhes falar hoje do programa amador e deprimente conduzido por Cristina Ferreira, “sem medos” (?), na noite de sábado – mais uma derrota de audiências a juntar a “flops” da TVI como o “Dia de Cristina” ou o “Viva Vida”. Mas não resisto à onda de choque das fotos e vídeos aterradores que nos mostram centenas de cadáveres de animais numa herdade do centro do país, imagens reveladoras de...

Cristina Ferreira e Rita Pereira podem esperar sentadas

C

A presença de Cristina Ferreira, acionista e administradora da TVI, no Jornal das 8 – para promover um livro que é um projeto seu – constituiu um sério aviso aos faróis da deontologia jornalística: se um dia ela mandar na informação da estação, a independência editorial corre o risco de ser esmagada por critérios cor de rosa. No seguimento de uma caótica conferência de imprensa, a nevrótica...

Jornal das 8 percorre o caminho das pedras

J

Sim, eu sei que o PR entrevistou um diretor de informação, que isso deu um gozo alvar aos ‘gremlins’ das redes sociais, mas do insólito ato só me ficou um sentimento de tristeza. Ao contrário, é com alegria que vejo a tenacidade de outros jornalistas – obrigados a obter resultados – para darem a volta a um período difícil numa casa virada do avesso. Durante meses, o Jornal das 8, da TVI, caiu do...

O belo exemplo de Fátima Lopes

O

A moda instalou-se e é quase uma praga: SIC e TVI ocupam parte dos seus “talk shows” a alavancarem novos ou atuais programas da casa e seus protagonistas. São conversas por sistema desenxabidas, com os “convidados”, frescos e sorridentes, a tentarem despertar o interesse do espectador através de um entusiasmo tão exagerado como falso. Sendo essa a norma, há exceções. E uma aconteceu na TVI, no...

Os cabotinos são agentes do inimigo

O

Em Hollywood, não faltam estrelas desempregadas. E não, não se trata de mais um drama nascido da pandemia, mas de um velho problema. A indústria do cinema leva muito a sério a lógica do negócio e apesar de alguma cedência ao peso dos nomes no cartaz e aos caprichos de quem paga o filme, o “casting”, que escolhe os atores com o perfil certo para os papéis, é para ser respeitado. Por cá, os...

Mendes, Goucha e Fátima: peixes de águas profundas

M

Como espectador, tanto me diverte assistir a um bom programa como ver a deceção de alguns espevitados quando peixes de águas profundas, dados como extintos, voltam a dar sinais de vida. Aconteceu isso com “O preço certo”, da RTP1, primeiro após o fogo fátuo de Cristina com “Apanha se puderes”, da TVI, e depois com a crise pandémica que suspendeu os “diretos”. Fernando Mendes, que já recuperara...

E a TVI pariu um rato com o "Dia de Cristina"

E

A TVI anunciou o “Dia de Cristina” com tal estardalhaço que se criou uma onda de expetativa: que momentos inovadores em televisão iríamos ter? Decorrido o evento, logo se concluiu que a montanha pariu um rato. Durante longas horas, a apresentadora exibiu-se em conversas banais com amigos convenientes – e inconvenientes… – sempre com o espalhafato que é marca da casa. Inovação só nos cenários...

Alexandre Pais

Arquivo

Twitter

Etiquetas