Alexandre Pais

TagRecord

Saberá Roger Schmidt onde se veio meter?

S

Uma vez, o presidente do meu clube quis ter a gentileza de me comunicar em primeira mão o nome do novo treinador. E escreveu: “Vai ser o Rui!” Boa notícia, pensei, já que Rui Jorge tinha feito um grande trabalho nos juniores e respondera com eficácia à chamada para tomar conta, por duas ou três semanas, da equipa principal. Pelo sim, pelo não, confirmei: “O Rui Jorge, não é?” Mas a réplica abalou...

Ir de férias quatro dias mais cedo pode sair caro

I

Com quase cinco dezenas de jogos nas pernas e 37 anos no CC, compreendeu-se a não titularidade de Cristiano Ronaldo no confronto com a Espanha. E entendeu-se a sua utilização plena no embate com a Suíça – havia um ‘hat trick’ à vista. Já se tornou incompreensível a sua presença em campo durante os 90 minutos contra a República Checa, com o jogo completamente dominado. E dei-me a pensar com os...

Tarefa de fazer subir o Belenenses é para gente determinada e corajosa

T

Quando os sócios do Belenenses decidiram, em assembleia geral, cortar com o negócio da Codecity, fui dos que manifestaram dúvidas pelo otimismo de então de Patrick Morais de Carvalho, que se propôs fazer subir a equipa dos distritais à Liga 1 em seis anos – mais tarde em sete porque nos meteram a Liga 3 pelo meio. Li e ouvi diversas opiniões, a maioria própria de ‘velhos do Restelo’, que...

Chega sempre o dia em que o corpo cede

C

Cristiano Ronaldo falhou o último jogo do Manchester United – que só por ‘milagre’ não acabou também fora da Liga Europa – por se encontrar, como foi anunciado pela segunda vez este ano, com problemas na anca. O caráter do jogador não permite que se duvide de uma lesão que será uma consequência lógica dos seus 37 anos, de quase duas décadas de competição a alto nível e das quatro dezenas e meia...

O limite dos arruaceiros é o infinito

O

Sei que devo conter-me. Não por temor do que seja, mas porque já tenho idade para não dizer o que me vem à cabeça, como os maluquinhos. Chamar bandidos a uns pobres ‘exaltados’, por exemplo, em nada contribui para o que importa: que deixem de se comportar como bandidos. E é essa necessidade de contenção que me impede de classificar o nível cívico dos apontados intérpretes das cenas macacas que...

Jorge Jesus anda apenas a tratar da vida

J

Uma suposta entrevista de Jorge Jesus no Brasil incendiou os meios do futebol e aumentou o tráfego no esgoto das redes sociais. Tudo porque, em boa verdade, JJ foi apanhado numa espécie de escuta: estava a falar à vontadinha e não contava que tudo viesse a público. É o que acontece aos ingénuos que andam nisto há pouco tempo como é o caso de Jesus… Não pertencendo a corporações, nem as...

O grande equívoco de Slimani

O

Islam Slimani viveu no Sporting a sua época de ouro, a de 2015/16, com três dezenas de golos. Seguiu para o Leicester, jogou emprestado na Turquia e no Mónaco, abandonou o Lyon sem deixar saudades – apenas quatro (!) remates certeiros nas 30 partidas em que participou – e regressou a Lisboa, julgava-se, para relançar a carreira no único clube em que foi feliz desde que partiu da Argélia natal, no...

A cambada de imbecis que ataca nas redes sociais

A

Com quase 100 milhões de seguidores, Cristiano Ronaldo é o ‘rei’ do Twitter e uma das personalidades mais atingidas pelos ‘haters’. Lionel Messi é, por isso, utilizado pelos que não gostam do português, como exemplo da ‘verdadeira’ excelência, o que faz com que seja também alvo de críticas violentas por muitos daqueles que idolatram CR7. Cambada de imbecis, é o que é. É certo que o argentino...

A arte de Rúben Amorim tem limites

A

Justamente desiludidos com a modesta exibição no dérbi, os adeptos do Sporting talvez apreciem hoje melhor o extraordinário trabalho de Rúben Amorim e a sua capacidade de fazer mais com menos, uma arte com limites. O golo que decidiu o jogo de Alvalade foi fruto da ação de um avançado – cobiçado por meia Europa – que tem um motor nas pernas e que, acorrendo com um metro de atraso a um passe...

Os treinadores não são como os melões

O

Roger Schmidt pode ser o novo treinador do Benfica? Sim, e daí? Vai correr às mil maravilhas? Se a escolha de um responsável técnico fosse uma ciência, bastava encomendar um estudo e mandar vir o grande artista. Felizmente não é assim porque essa incerteza também faz parte da magia do futebol. Os treinadores não são bem como os melões porque normalmente já vêm abertos e podemos supor-lhes a...

Alexandre Pais

Arquivo

Twitter

Etiquetas