Alexandre Pais

TagFC Porto

O tijolo e o berlinde de Pacheco Pereira no Dragão

O

O berlinde e o tijolo. Para ilustrar o excesso de ruído sobre o próximo Orçamento de Estado, que o Governo se propõe fazer aprovar na AR, Pacheco Pereira levou para o último “Quadratura do Círculo”, da SIC Notícias, um tijolo a que chamou “realidade” e um pequeno berlinde que designou por “novidade”. Podíamos caricaturar da mesma forma o início de época do FC Porto, que aparentemente formou um...

O tijolo e o berlinde de Pacheco Pereira no Dragão

O

Para ilustrar o excesso de ruído sobre o próximo Orçamento de Estado, que o Governo se propõe fazer aprovar na Assembleia da República, Pacheco Pereira levou para o último “Quadratura do Círculo”, da SIC Notícias, um tijolo a que chamou “realidade” e um pequeno berlinde que designou por “novidade”. Podíamos caricaturar da mesma forma o início de época do FC Porto, que aparentemente formou um...

O novo señor Silva no regresso da novela dos centrais do Sporting

O

Uma velha cena. O folhetim dos centrais regressou a Alvalade, com o jovem Sarr a não poder ajudar Maurício – tomara que o ajudem a ele! – e o brasileiro, órfão de Rojo, a sentir também grandes dificuldades. Não fosse ontem outra vez Rui Patrício e o caldo tinha-se entornado. Nos leões, o “processo defensivo”, como diria Luís Freitas Lobo, é um desastre que promete continuar a custar pontos. Da...

Eliseu, o profeta

E

Pois é, enquanto o FC Porto, com o seu tão cantado superplantel tem de construir uma equipa – só cinco dos 14 jogadores que atuaram no Dragão contra o Boavista pertenciam ao grupo portista na época passada – o Benfica, com a sua suposta minicrise, resolveu o problema criado pelo Moreirense recorrendo aos pesos-pesados. Sendo verdade, não sei se os patrões tradicionais da turma encarnada teriam...

Jorge Jesus vai ter de voltar ao princípio

J

O Barcelona gastou 145 milhões de euros em cinco novos jogadores e o Real Madrid 110 milhões só em James e Kroos. É o campeonato dos clubes milionários, esse em que participam os dois gigantes espanhois e no qual não entra, por exemplo, o Valência, que pagou 16 milhões de euros por um guarda-redes cujo currículo se fica por meia época de qualidade no Benfica. Por cá, a capacidade de investimento...

Dois jogos para máquinas à espera do Benfica

D

O golo de Carlitos Tévez foi provavelmente o maior revés que o Benfica sofreu nos últimos tempos. É verdade que, sem ele, talvez a equipa não reagisse com tanta determinação, talvez Lima não tivesse primeiro a oportunidade e depois a “raiva” para disparar a “bomba” que deu a vitória. Mas 1-0 seria sempre melhor para os encarnados que 2-1 e naquele golo fora conseguido pelo craque argentino pode...

Ricardo Quaresma, o jogador maldito

R

Não tenho especial simpatia por Ricardo Quaresma. Desde o dia de 2003 em que o então jogador do Sporting deixou o jornalista Bernardo Ribeiro “pendurado” junto à Porta 10-A do velho estádio de Alvalade, após ter combinado um trabalho para este jornal, que sei o que se pode esperar do homem. Mas como nunca me condiciono por sentimentos de caráter pessoal que a nada conduzem e nada acrescentam...

Final portuguesa à vista na Liga Europa

F

Se não se encontrarem nas “meias”, Benfica e FC Porto têm boas hipóteses de ser os finalistas da Liga Europa. Até a Juventus, o mais difícil dos possíveis adversários, não é superior a águias e dragões, pelo que o que importa agora é ultrapassar nos “quartos” os dois melhores opositores que poderiam ter calhado, ambos sétimos classificados nas suas ligas. A sorte no sorteio foi um bom sinal...

A revolta de Mangala

A

Poucos acreditavam que Pinto da Costa segurasse Paulo Fonseca após a derrota com o Estoril, no Dragão, e menos seriam, depois de mais esse descalabro – igualmente exibicional – os crentes no êxito portista na Alemanha. Mas quem tem jogadores de qualidade pode não ter equipa, como vem sucedendo demasiadas vezes com o FC Porto, mas dispõe sempre de capacidade para tirar um coelho da cartola. E foi...

Jorge Jesus, o mestre da utopia

J

Antes de ficar a cinco pontos do líder, alguns observadores diziam que o Sporting beneficiava da época de menor rendimento de FC Porto e Benfica. E mesmo tendo em conta que os leões se “transfiguraram” totalmente em poucos meses, não deixava de ser verdadeira a quebra de produção dos rivais. Chegados a fevereiro, o que se verifica é que essa quebra continua a ser indesmentível nos portistas e foi...

Alexandre Pais

Arquivo

Twitter

Etiquetas